Navegação
 

PA14 - Banco Ativo de Germoplasma de Pimenta do Reino

A pimenta-do-reino é um produto de relevante importância ao agronegócio paraense pelo seu valor no mercado internacional, entretanto, sendo uma espécie introduzida tem suas limitações em relação à introdução de material genético, sendo que, o Brasil concorre na produção e exportação com países considerados grandes produtores (Índia, Malásia e China). Por volta da década de 70, foi iniciada a formação de uma coleção de germoplasma com a introdução de alguns acessos através de consultorias recebidas de entidades da Índia. Das introduções efetuadas, sete, após a caracterização e avaliação agronômica foram repassadas a produtores para uso imediato e inseridas ao sistema de produção vigente. A conservação da coleção tem sido efetuada em condições de campo a pleno sol e a sombra no campo experimental em Belém (Pa), com o índice de infestação de doenças fungicas e viróticas que tem ocorrido nessas áreas, foi incluído a conservação em telado como forma alternativa para o controle dessas doenças. A caracterização morfológica será finalizada em dezembro de 2006, sendo necessário inserir esses dados no sistema Sibrargen para disponibilização em rede. A formação de uma coleção com piperáceas nativas tem o objetivo de estudar as pimentas nativas para uso como fonte de resistência a fusariose no melhoramento genético da pimenta do reino e também com perspectivas de uso na indústria de fármacos, defensivos naturais e outras utilizações. A Embrapa Amazônia Oriental, em parceria com a Universidade Federal do Pará dispõem de vinte espécies para a formação da coleção.

Este plano de ação visa integrar o projeto de forma a fomentar a rede com resultados e documentação sobre a coleção de germoplasma de pimenta-do-reino.

O diagnóstico dos recursos genéticos deste Banco será realizado pelo curador de Hortaliças, cuja atividade consta no PC Curadoria da Rede Transversal.

Da mesma forma, os acessos de germoplasma desse banco serão mantidos em duplicata na coleção de base da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia para se ter uma segurança da integridade de todos os  materiais incorporados no Banco.

Objetivos:

  • Conservar, caracterizar e documentar a coleção de pimenta-do-reino assim como, enriquecer a coleção de espécies nativas de piperáceas da Amazônia Oriental através de coletas em áreas de ocorrência natural, identificando seu potencial comercial para uso imediato por produtores ou como material promissor para uso no processo de melhoramento genético de pimenta-do-reino como fonte alternativa de resistência a doenças.

 

Responsável:
  • Marli Costa Poltronieri

 

Equipe:
  • André Nepomuceno Dusi
  • Celia Regina Tremacoldi
  • Ilmarina Campos de Menezes
  • Maria Rosa Travassos da Rosa Costa
  • Marli Costa Poltronieri
  • Oriel Filgueira de Lemos

 

Atividades:
  •  Enriquecimento do banco da Embrapa Amazônia Oriental com a coleta de piperáceas nativas
  • Conservação de germoplasma de pimenta-do-reino da Embrapa Amazônia Oriental em telado, campo e in vitro
  • Caracterização morfológica, molecular e filogenética de piperáceas nativas da Amazônia Oriental
  • Documentação dos acessos de germoplasma de pimenta-do-reino da Embrapa Amazônia Oriental com dados de passaporte e caracterização
  • Emissão de relatórios finais e publicações
Ações do documento